Ataque com coquetéis molotov mata 23 pessoas em bar no México

Por EFE
28 de Agosto de 2019 Actualizado: 28 de Agosto de 2019

Pelo menos 23 pessoas morreram e outras 13 ficaram feridas em um ataque com coquetéis molotov contra um bar em Coatzacoalcosno, no sul do México, informaram veículos de imprensa nesta quarta-feira.

A Procuradoria Geral do México anunciou que está realizando as primeiras investigações e mantém contato com autoridades locais para eslarecer os fatos, que aconteceram no estado de Vera Cruz.

O ataque provocou o incêndio que matou 23 pessoas, entre elas oito mulheres e 15 homens. Além disso, 13 pessoas estão gravemente feridas.

A Procuradoria Geral da República do México anunciou em comunicado que está conduzindo as primeiras investigações “e coordena com as autoridades para o esclarecimento dos fatos pelo incidente”, ocorrido em um bar no porto de Coatzacoalcos, no sul do estado de Veracruz.

Vista geral do interior do lugar onde cerca de 23 pessoas morreram e mais 13 ficaram gravemente feridas em um suposto ataque com coquetéis Molotov contra um bar no estado mexicano de Veracruz. (EFE/STR)

A agência “condena o que poderia ser um ataque artístico ocorrido ontem à noite em um bar na cidade de Coatzacoalcos” que provocou um incêndio e relata que oito das vítimas mortais são mulheres e 15 são homens.

Além disso, “treze pessoas estão gravemente feridas em decorrência dos eventos, que já recebem atendimento médico em vários hospitais do Setor Saúde”, acrescenta.

Os meios de comunicação locais indicam que o incêndio no local, chamado “El Caballo Blanco” (O Cavalo Branco), foi alegadamente causado por vários atacantes que usaram cocktails Molotov.

O alegado ataque ocorreu por volta da meia-noite de terça-feira. O fogo causou pânico entre as pessoas que estavam nas instalações, muitas das quais não podiam sair do local a tempo, segundo testemunhas.

Por sua vez, o governador de Veracruz, Cuitláhuac García Jiménez, prometeu encontrar os responsáveis por esse ataque em um dos portos mais importantes do sul do México.

O presidente disse em sua conta no Twitter que “a Guarda Nacional, o Exército Mexicano e o Secretariado da Marinha, entre outros, perseguem os assuntos que queimaram na noite de terça-feira o bar White Horse no porto de Coatzacoalcos.

Alguns meios de comunicação como “La Prensa” já estão falando sobre o pior massacre que ocorreu neste estado mexicano e até o comparam com o que ocorreu em 2011 no Bar Royale, em Monterey, que foi queimado e atacado com armas de fogo em um evento que custou a vida de 52 pessoas.

A Procuradoria Geral da República, embora não fale diretamente de um ataque, aponta que realizará todos os atos de “investigação necessários para estabelecer, em primeiro lugar, se os fatos ocorridos são conseqüência de um ataque malicioso, para garantir que não fiquem impunes, empregando todos os recursos humanos, técnicos e materiais necessários”.

TE RECOMENDAMOS