Câmara dos Deputados já ‘enterrou’ 43 projetos para criminalizar o caixa dois

Projeto incluído no Pacote Anticrime de Moro foi apenas mais um sepultado para manter o esquema
Por Diário do Poder
18 de Noviembre de 2019 Actualizado: 18 de Noviembre de 2019

Os deputados federais fogem da criminalização do “caixa dois” como o diabo da cruz. Até agora, eles já “mataram” 43 projetos sobre o assunto. O primeiro é datado de 2009. E logo trataram de exterminar esse ponto do Pacote Anticrime do ministro Sergio Moro (Justiça). Por ser de Moro, que a maioria da Câmara teme e detesta, e por criminalizar o caixa dois, claro. E sempre se utilizam de uma velha jogada: fazem tramitar juntos, “apensados”, projetos sobre mesmo tema, condenando-os às gavetas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O projeto de Moro foi apensado um mês após ser apresentado e, seis meses depois, estava engavetado com os demais 43 projetos.

O projeto que criminaliza arrecadar ou usar dinheiro ou bem em contabilidade “paralela” previa pena 2 a 5 anos. Já foi para o saco.

Há quase 11 anos, no governo Lula, projeto do então deputado Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) tentou criminalizar o caixa dois. Foi para a gaveta.

Requerimentos de “desapensação” e votação são apresentados, mas prontamente rejeitados pela Mesa Diretora presidida por Rodrigo Maia.

TE RECOMENDAMOS