Candidato republicano do Arizona propõe “anexar” México aos Estados Unidos

"30 milhões de imigrantes ilegais mexicanos querem ser cidadãos dos Estados Unidos, provavelmente a metade do país"
Por PACHI VALENCIA
23 de Septiembre de 2019 Actualizado: 23 de Septiembre de 2019

Um candidato ao Senado dos Estados Unidos propôs que o México fizesse parte dos Estados Unidos para resolver a crise de imigração ilegal no país.

Daniel McCarthy, milionário do Arizona dono de uma empresa de cosméticos, disse que muitos mexicanos se interessariam em fazer parte dos Estados Unidos, durante uma entrevista a uma estação de rádio local, em 17 de setembro, informou a Real Clear Politics.

“Claramente, 30 milhões de imigrantes ilegais mexicanos querem ser cidadãos dos Estados Unidos, provavelmente a metade do país deseja ser cidadãos dos Estados Unidos”, disse o candidato que irá competir pela posição com a atual senadora do estado do Grand Canyon, Martha McSally, durante as eleições primárias do país.

A proposta do candidato é baseada no Artigo IV, Seção 3, Cláusula 1 da Constituição dos Estados Unidos, que especifica que “o Congresso pode admitir novos estados nessa união”.

O empresário também disse que seu plano “não é tão difícil”, abordando cidadãos mexicanos.

“Entre em suas comunidades e peça para ser um estado dos Estados. É assim que esse processo funciona e, a propósito, não é tão difícil”, disse McCarthy, de acordo com a mídia.

Atual senador do Arizona apoia muro na fronteira

No final de janeiro, Martha McSally, senadora republicana do Arizona, deu seu apoio ao presidente Donald Trump para construir o muro da fronteira, durante uma visita a oficiais em Nogales, na demarcação do estado com o México.

O republicano disse que a maioria dos americanos é a favor de maior segurança nas fronteiras e isso inclui mais barreiras na linha divisória.

A construção do muro em setembro começou no Arizona ao longo da fronteira entre os Estados Unidos e o México.

Leia Também:

A construção começou ao sul de Yuma, e o governo Trump ainda planeja completar 725 quilômetros até o final de 2020.

O presidente Donald Trump e seu governo disseram que planejam construir entre 725 e 800 quilômetros de muro ao longo da fronteira de 3219 quilômetros nesse período.

Dois outros projetos de construção financiados pelo Departamento de Defesa no Novo México e Arizona estão em andamento, disse a AP, observando que houve “problemas de construção de última hora”, além de desafios legais e problemas de financiamento.

A Patrulha da Fronteira disse que o setor de Yuma é o terceiro mais movimentado da fronteira sul.

“Historicamente, esse tem sido um ótimo ponto de passagem para veículos, unidades familiares e crianças estrangeiras desacompanhadas durante a crise que vimos nos últimos meses”, disse à agência o porta-voz da Patrulha da Fronteira, José Garibay. “Eles acabaram de chegar à fronteira devido ao fato de termos apenas postes de amarração e barreiras para veículos que, da forma que foram feitas, só permitem que veículos sejam parados”.

Mexicanos ilegais escondem em um caminhão que viajava pelo Arizona

Um grupo de 31 imigrantes ilegais foi preso enquanto viajava escondido dentro de um trailer perto da fronteira entre o Arizona e o México, disseram autoridades federais na terça-feira.

O grupo foi detectado em 11 de setembro passado durante uma inspeção em um posto de controle da Tucson Border Patrol estabelecido na Interestadual 19, informou a agência federal em um comunicado.

Os agentes designados para o posto de controle de imigração I-19, perto de Amado, Arizona, descobriram 31 imigrantes ilegais do México na parte de trás de um trailer. (Alfândega e proteção de fronteiras dos EUA)
Os agentes designados para o posto de controle de imigração I-19, perto de Amado, Arizona, descobriram 31 imigrantes ilegais do México na parte de trás de um trailer  (Alfândega e proteção de fronteiras dos EUA)

Um cão treinado alertou os agentes que, ao inspecionar o trailer, ele descobriram pessoas sem documentos escondidas, todas de origem mexicana e com idades entre 15 e 40 anos.

Leia Também:

Os indocumentados foram processados por violar as leis de imigração, enquanto o motorista do trailer, um cidadão americano de 40 anos de idade, foi preso e enfrenta acusações de tráfico humano.

TE RECOMENDAMOS