Comprou uma casa para sua velhice mas quando completou 100 anos seu filho o expulsou

"É o tipo de coisa que não dá para acreditar... que um filho ponha um pai para fora de sua própria casa e o chute como a um animal"
Por Jesús de León, La Gran Época
26 de Agosto de 2019 Actualizado: 26 de Agosto de 2019

Um homem procedente do Texas comprou a casa onde morava com a esposa, mas quando completou cem anos, seu filho o traiu e o expulsou.

Luis González e sua esposa Dora, de 83 anos, moravam em uma casa em Austin e, como era de propriedade do homem, as despesas mensais eram mais baixas.

No entanto, seu filho o expulsou da propriedade e agora o casal vive em um apartamento ao sul da cidade.

O idoso, que completou 100 anos, esperava passar o último estágio de sua vida com sua esposa na casa que comprara.

Seus planos desmoronaram quando seu filho pediu que ele assinasse um documento. Naquela época, Luis não sabia do que se tratava e que, por ter assinado, perderia a casa e ficaria na rua.

“É o tipo de coisa que não dá para acreditar… que um filho ponha um pai para fora de sua própria casa e o chute como a um animal”, disse Luis à Univisión.

Casal de idosos (Wikimedia Commons)
Casal de idosos (Wikimedia Commons)

O casal de idosos recebeu um documento das mãos do advogado do filho de Luis, também chamado Luis, que dizia que eles tinham um mês para desocupar o imóvel.

“Eu fiquei quase louco quando me despejaram. Eu não sabia o que fazer. Nem me passava pela cabeça que meu filho me causaria essa desgraça”, disse Luis.

Dora disse a essa mídia hispânica que ele estava procurando desesperadamente por um apartamento, e que era difícil para eles porque Luis não conseguia andar longos trechos.

“Encontramos um lugar, mas é caro. Gastamos toda a aposentadoria com o aluguel”, disse Dora.

O canal Univisión 62 tentou se comunicar com o filho de Luis, mas o homem não quis dar sua versão da história.

Casal de idosos é abandonado em um bar

Em uma história relacionada ao assunto, um casal de idosos foi abandonado por seu filho em um bar na Argentina, em junho deste ano.

Depois de serem abandonados, Hilda e Hugo foram levados para uma delegacia de polícia, onde puderam se comunicar com seu outro filho, Raúl, que vive com a esposa e quatro filhos.

Raul, contando com pouco espaço em sua residência, teve que mandar dois de seus filhos para morar em outro lugar até encontrar uma solução melhor para os idosos.

A notícia tornou-se tema de debate na imprensa e na sociedade argentina, enquanto os idosos procuravam onde viver definitivamente.

Depois de passar um mês na casa de Raúl, os avós agora estão morando no albergue “Hogar Español”, localizado no sul da cidade de Rosário, desde 1º de julho.

“Ele acorda e vê que eu estou lá. Eu acordo e ele está lá. O que mais podemos pedir?”, disse Hilda, demonstrando gratidão por poder continuar a construir sua história de amor com o marido.

TE RECOMENDAMOS