Denúncia no Twitter revela má qualidade da comida dos jogadores de futebol do Campeonato Nacional de Cuba

Esse não é o único caso, outros cubanos recorreram às redes sociais para denunciar a má qualidade dos alimentos fornecidos por diferentes instituições pertencentes ao regime cubano
Por Debora Alatriste, Epoch Times
12 de Diciembre de 2019 11:37 AM Actualizado: 12 de Diciembre de 2019 11:37 AM

Um usuário do Twitter denunciou em 10 de dezembro, através de uma publicação na rede social, a má qualidade da comida recebida pelos jogadores do Campeonato Nacional de Futebol de Cuba.

O usuário chamado El_blog_del_futbolcubano publicou na terça-feira (10) uma foto da comida que os jogadores do Campeonato Nacional receberam e acrescentou um comentário no qual criticou a Comissão Nacional.

Leia também:
EUA sancionam 6 navios por enviarem petróleo da Venezuela a Cuba

O esporte é uma das questões sobre as quais a propaganda castrista se apoiada juntamente com o sistema de saúde e educação, disse o jornal Panam Post. No entanto, apesar do acúmulo de medalhas e de sua apresentação como uma das potências da América Latina em várias disciplinas, muitos dos atletas quando viajam para outros países deixam os hotéis e buscam o exílio, como resultado da situação crítica na ilha.

Em relação à publicação no Twitter, um usuário disse: “Isto aconteceu onde????? Os de Pinar estão hospedados no Hotel Pinar del Río, o melhor da província. Portanto, a comida servida é de responsabilidade do território dessa equipe.”

Ao qual El_blog_del_futbolcubano respondeu: “Aparentemente, isso aconteceu na Ilha e esta refeição até que estava boa, a da semana passada estava pior.”

Outro usuário comentou a imagem: “É realmente embaraçoso que um atleta de alto desempenho receba essa comida. Esse é o nosso principal evento nacional de futebol e não acho que seu orçamento só dê para pagar apenas isso. A gestão é obviamente péssima. É preciso ver se os comissionados também reclamam.

O Campeonato Nacional de Futebol de Cuba é a categoria mais elevada de futebol da ilha, iniciada em 1912 e este ano é a sua edição número 104. Nesta competição participam 16 equipes, e o vencedor participará do CONCACAF Caribbean Club Shield 2020.

Em seu Twitter, o blogueiro também disse que em outras regiões algo semelhante acontece. “Mas eles me dizem que a coisa é mais ou menos igual em outras regiões, a comida no SSP@ é péssima e em Las Tunas é a mesma coisa.”

“Aí eles enchem a boca para dizer que somos um país de alto nível no esporte. E mais lindo ainda é que isso acontece em todos os esportes. Mas os comentaristas colocam a culpa no bloqueio americano”, disse outro usuário.

O Panam Post também observou que, nos jogos pan-americanos mais recentes, cerca de 28 atletas abandonaram a delegação e solicitaram asilo no Canadá.

Mas esse não é o único caso, outros cubanos recorreram às redes sociais para denunciar a má qualidade dos alimentos fornecidos por diferentes instituições pertencentes ao regime cubano.

Uma usuária do Facebook compartilhou em 13 de outubro uma fotografia da bandeja de comida entregue por três dias consecutivos a estudantes de medicina, e nela você só pode ver um pouco de arroz e espaços vazios.

“Apresento aqui a comida servida aos estudantes da Faculdade 2 de Medicina, em Santiago de Cuba, que comem arroz com açúcar há 3 dias. Por favor, com que força nossos futuros médicos estudarão todos os dias, que dor”, escreveu Ruhama Fernández acompanhando sua publicação.

Foto compartilhada no Facebook mostra a refeição que o regime cubano serve aos estudantes de medicina no almoço (Cortesia de Ruhama Fernández)
Foto compartilhada no Facebook mostra a refeição que o regime cubano serve aos estudantes de medicina no almoço (Cortesia de Ruhama Fernández)

Fernández disse ao Epoch Times que compartilhou a imagem porque sentiu pena de seus ex-companheiros de estudo e que foi incentivada a fazê-lo porque não estuda mais naquela instituição. “Se eu estudasse lá, eles me expulsariam ou me puniriam”, disse ela.

No início de setembro, um jovem de 27 anos foi demitido de seu emprego em uma empresa de telecomunicações do regime cubano depois de publicar uma foto criticando o almoço que era servido aos funcionários.

Trabajo desde las 8:00 am hasta las 5:30 pm de lunes a viernes y esto es lo único de "alimento" que recibimos todos los días,a veces mal y otras peores.Que dónde trabajo??? en Chernobyl…ahh no en ETECSA.

اس پر ‏‎Dennis Reyes Gomez‎‏ نے شائع کیا جمعرات، 5 ستمبر، 2019

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.