Janot diz que Palocci prometeu entregar cinco ministros do STF

Ex-procurador-geral disse que acordo de delação acabou não saindo
Por Michael Caceres, Gospel Prime
02 de Octubre de 2019 1:23 PM Actualizado: 02 de Octubre de 2019 1:23 PM

O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que o ex-ministro Antonio Palocci tentou fechar uma delação premiada em que iria entregar cinco ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Janot afirma que diante dos rumores que surgiram durante as apurações da Lava Jato, segundo os quais ministros da Corte estariam envolvidos em casos de corrupção, as desavenças com Gilmar Mendes se intensificaram.

Em entrevista à Veja, Rodrigo Janot afirma que Palocci chegou a citar Rosa Weber, Luiz Fux e Fachin, mas que pareceu ser apenas acusações vazias.

“Na primeira vez em que o ex-ministro Antonio Palocci tentou fechar uma delação com a gente, disse que iria entregar cinco ministros do STF. Ele citou a Rosa Weber, o Luiz Fux, o Fachin, mas era igual a biscoito de polvilho, só fazia barulho”, disse Janot.

Na entrevista, Janot também narrou que entrou armado no STF para matar o ministro Gilmar Mendes, chegou a estar a dois metros do magistrado para lhe dar um tiro, mas desistiu.

Ele também revelou que Michel Temer (MDB) e Aécio Neves (PSDB) ofereceram cargos a ele para paralisar as investigações nas quais estavam envolvidos.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.