Ladrões invadem loja de celulares no Peru, mas deixam todos os celulares da Huawei

Durante o roubo, celulares de outras marcas, como Samsung e Motorola, foram roubados dos pedestais em que estavam
Por JESÚS DE LEÓN
23 de Septiembre de 2019 Actualizado: 23 de Septiembre de 2019

Os ladrões de uma loja de smartphones no Peru levaram toda a mercadoria, mas deixaram intactos os telefones chineses da Huawei.

O incidente ocorreu na cidade de Piura na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

A mídia local mencionou que um vídeo transmitido mostrava que a porta da loja local de smartphones foi arrombada para que eles entrassem para roubar.

Leia Também:

Nas imagens compartilhadas nas redes sociais, observa-se que os suspeitos levaram os dispositivos, acessórios e telefones celulares de designs renovados, no entanto, deixaram todos os telefones da marca chinesa Huawei, relatou o El Comercio.

Durante o roubo, celulares de outras marcas, como Samsung e Motorola, foram roubados dos pedestais em que estavam.

Apenas os telefones celulares da empresa chinesa permaneceram intactos nas mesas e prateleiras onde os dispositivos tecnológicos eram oferecidos.

https://twitter.com/Tele13_Radio/status/1133329704625332224/photo/1?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1133329704625332224&ref_url=https%3A%2F%2Fes.theepochtimes.com%2Fladrones-irrumpen-en-una-tienda-de-celulares-en-peru-pero-dejan-todos-los-huawei_478663.html

Conforme relatado por essa fonte, no dia do roubo um alarme de segurança foi ativado e a polícia foi notificada sobre o ocorrido.

Quando os policiais chegaram ao local, eles perceberam que não havia grandes danos à infraestrutura das instalações.

No entanto, os ladrões levaram cinco telefones celulares avaliados em aproximadamente 9 mil soles (US $ 2.690).

Aparentemente, entre o grupo de criminosos que roubaram o local havia um menor.

Segundo a polícia do Peru, a criança faria parte de um grupo que rouba telefones celulares.

Os policiais disseram que a criança foi encontrada com dois telefones de última geração e 15 carcaças, segundo a mídia digital La República.

Eles acrescentaram que compararam os códigos IMEI dos equipamentos encontrados e identificaram que eles coincidiam com o registro dos celulares roubados da loja.

Sanções à Huawei

O governo dos Estados Unidos decretou recentemente uma ordem executiva de exportação que proíbe empresas americanas de fornecer tecnologia e equipamentos à gigante chinesa de telecomunicações Huawei.

Após a proibição dos Estados Unidos, várias empresas americanas, incluindo Google, Microsoft, Qualcomm e Intel, suspenderam seus negócios com a empresa chinesa.

Leia também:

O veto dos Estados Unidos à Huawei despertou a preocupação dos criminosos, que, aparentemente, não acham mais “atraente” roubar equipamentos dessa marca, como aconteceu nesta loja no Peru, informou a mídia peruana.

TE RECOMENDAMOS