Lenda da NBA é condecorada por Trump com maior honraria civil dos EUA

Por EFE
06 de Septiembre de 2019 12:16 PM Actualizado: 06 de Septiembre de 2019 12:16 PM

Washington, 5 set (EFE)- Um dos maiores ídolos do Los Angeles Lakers, o ex-jogador Jerry West recebeu nesta quinta-feira a maior honraria civil dos Estados Unidos das mãos do presidente do país, Donald Trump, e elogiou as mensagens publicadas por ele no Twitter.

“Lemos nosso telefone os tweets instantâneos do presidente Trump. Eles são bastante bons, disse a lenda do Los Angeles Lakers ao receber a Medalha da Liberdade no Salão Oval.

Integrante do Hall da Fama do Basquete, West, de 81 anos, conquistou o título da NBA com os Lakers em 1972 e foi o Jogador Mais Valioso das Finais de 1969, quando a equipe de Los Angeles acabou derrotada pelo Boston Celtics. Ele ainda treinou a franquia por três temporadas e depois se tornou um dos dirigentes mais bem-sucedidos da liga americana de basquete.

Ainda como jogador, West foi campeão olímpico em 1960. Na trajetória até à medalha de ouro, ele era titular da seleção dos Estados Unidos venceu o Brasil por 90 a 63 no quadrangular final do torneio. Os brasileiros ficaram com a medalha de bronze.

Trump tinha anunciado no aniversário de West em maio que concederia a ele a Medalha da Liberdade, recebida por outras lendas do basquete, como Michael Jordan e Kareem Abdul-Jabbar.

“Juro a vocês que meu nome vai parecer um erro nessa lista de homenageados”, brincou West na cerimônia realizada hoje.

O ex-jogador dos Lakers lembrou de suas origens humildes, já que sua família, que vivia no estado de Virgínia Ocidental, não tinha muito dinheiro quando ele era criança.

Trump aproveitou para lembrar que venceu Hillary Clinton no estado da Virgínia Ocidental nas eleições presidenciais de 2016 e descreveu West como uma “lenda da NBA”, que como dirigente criou uma “máquina imparável”, uma referência ao time que tinha estrelas como Kobe Bryant e Shaquille O’Neal.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.