O porquê da NBC e da reportagem da MSNBC sobre o Epoch Times serem um manual de notícias falsas

Por Jasper Fakkert
23 de Agosto de 2019 Actualizado: 23 de Agosto de 2019

Caros leitores,

Como vocês sabem, o Epoch Times é uma organização de notícias orgulhosamente independente, dedicada a reportagens verdadeiras.

Graças ao seu apoio, somos agora o jornal de maior crescimento da América.

Parece, no entanto, que nem todos estão empolgados com nosso crescimento e nossa dedicação para restaurar o jornalismo honesto.

Em 20 de agosto, a NBC News e a MSNBC dedicaram boa parte de seu tempo ao Epoch Times em uma tentativa de nos desacreditar.

Nós do Epoch Times ficamos surpresos ao testemunhar o que parece ser uma nova queda que a mídia está disposta a sofrer em um esforço para anular vozes com as quais ela não concorda.

Falsas acusações de “teorias da conspiração”

A apresentadora do MSNBC Rachel Maddow, conhecida por sua cobertura tendenciosa do governo Trump e por contar a história de conluio entre Trump e Rússia de forma errônea, dedicou 30 minutos de televisão em horário nobre para o Epoch Times, em 20 de agosto.

Em seu programa, Maddow apresenta uma imagem cuidadosamente elaborada com base em alegações falsas de que o Epoch Times é um fornecedor de “teorias da conspiração”.

Como Maddow e a equipe da NBC News sabem, nada poderia estar mais longe da verdade.

Maddow e os repórteres da NBC rejeitam, mas não fornecem um único ponto de refutação factual à nossa extensa cobertura das ações dos funcionários da era Obama para atacar a campanha Trump em 2016, que se tornou conhecida como “Spygate”.

Em vez disso, Maddow se envolve em uma descrição de Spygate que beira a loucura, dizendo que o escândalo é “algo sobre Donald Trump salvando a América de ‘pedófilos democráticos satânicos'”.

A realidade é que o Epoch Times se tornou um líder reconhecido em sua cobertura do escândalo Spygate. A incansável reportagem de nossa equipe de repórteres baseada em evidências reais – incluindo documentos judiciais, depoimentos no Congresso e entrevistas – recebeu grande aclamação de leitores de todo o país e validação de outros meios de comunicação, incluindo o The New York Times, que citou nossa cobertura.

Em mais uma tentativa de desacreditar o Epoch Times, Maddow tentou misturar as reportagens do Epoch Times com conteúdo de um programa de entretenimento digital independente chamado Edge of Wonder, que explicitamente foca nas mais audaciosas teorias de conspiração existentes.

Em um comunicado enviado à NBC em 20 de junho, o Epoch Times escreveu que: “Embora estejamos cientes do espetáculo de entretenimento ‘Edge of Wonder’, que foi fundado por ex-funcionários do Epoch Times, o Epoch Times não está ligado a ele.

A intenção de Maddow de desacreditar o Epoch Times e sua reportagem foi revelada através de sua representação bizarra do escândalo Spygate, ao lado de suas repetidas tentativas de confundir nosso jornalismo com o conteúdo do programa não relacionado.

Deturpando a campanha de marketing digital

A NBC News também tentou deturpar intencionalmente uma popular campanha de marketing digital que o Epoch Times está promovendo para vender assinaturas impressas. Nos anúncios em vídeo, discutimos o editorial e o conteúdo do Epoch Times e incentivamos as pessoas a se inscrever em nosso jornal impresso.

O Facebook tem regras específicas para publicidade que exigem que todos – incluindo editores como o Epoch Times – classifiquem o conteúdo como propaganda política se ele abordar questões sociais ou políticas, algo que um conteúdo de notícias naturalmente faz.

Muitas outras mídias veiculam campanhas publicitárias para seus conteúdos e produtos na mesma categoria no Facebook.

Por exemplo, clique aqui para ver os anúncios do Facebook do The New York Times nessa categoria.

E clique aqui para ver anúncios do Facebook da CNN nessa categoria.

A NBC e a MSNBC deturparam nossos anúncios de assinatura impressa, apesar de esclarecermos isso em nossa declaração de 20 de junho, que eles novamente preferiram ignorar. A declaração dizia:

“Aproveitamos diferentes plataformas de marketing para aumentar nossa base de assinantes, incluindo o Facebook. No Facebook, usamos anúncios em vídeo para impulsionar as assinaturas. Os anúncios de assinatura do Epoch Times não têm agenda política. A única razão pela qual alguns deles são veiculados como “propaganda política” é que as plataformas on-line exigem que sejam categorizadas como tal. ”

Parece que, como a NBC News e a MSNBC não concordam com nosso jornalismo independente e baseado em fatos, elas recorreram a esses ataques injustificados.

Ataques à crença religiosa

Mas a parte mais perturbadora da cobertura do programa de Maddow e da NBC News foi seu esforço deliberado para atacar um grupo de fiéis religiosos atualmente perseguidos na China.

Isso ocorre em um momento em que dezenas de milhões na China ainda não têm liberdade religiosa e estão presos, sofrem encarceramento ilegal em campos de trabalho, são torturados e até submetidos à extração forçada de órgãos, por praticar suas crenças.

O Epoch Times foi originalmente fundado por chineses que fugiram do comunismo. Nos Estados Unidos, eles viram a oportunidade de criar uma mídia independente que beneficiaria pessoas em todo o mundo.

Os fundadores do Epoch Times acreditavam na verdade, compaixão e tolerância, os princípios do Falun Gong. Este é um fato do qual nós nunca nos esquivamos. E é exatamente esse compromisso com a verdade que pode ser visto em nossas reportagens. Desta forma, o Epoch Times é uma mídia de propriedade independente e não pertence nem é operado pelo Falun Gong, como esclarecemos em nossa declaração à NBC News.

Incapaz de atacar as reportagens do Epoch Times com base em imprecisões factuais, a NBC News e a MSNBC optaram por mergulhar no poço de 20 anos de propaganda de ódio do Partido Comunista Chinês destinada a demonizar o Falun Gong.

Em ataques extremamente baixos, e na descarada declaração falsa sobre nossos anúncios por assinatura e nossas reportagens sobre o Spygate, vemos a própria imagem do que veio a ser chamado de “notícias falsas”. Acredito que essa e outras traições semelhantes do jornalismo são o motivo de tantas pessoas estarem interessadas no Epoch Times diante de nossas reportagens independentes e factuais.

Os imigrantes desempenharam um papel enorme na construção desta grande nação. É um país construído sobre o princípio da liberdade religiosa. Como tal, vemos a história do The Epoch Times como uma história americana por excelência.

Nossa promessa a vocês, nossos leitores, é que não vamos nos desviar do nosso compromisso com a verdade e continuaremos a trazer a você a mais alta qualidade do jornalismo.

Jasper Fakkert
Editor-chefe das edições do Epoch Times dos EUA

TE RECOMENDAMOS