Palocci: Lula levou 10% do lucro do banco BTG com informação privilegiada

Ex-ministro revelou que 'milagre' de rentabilidade foi articulado por Guido Mantega
Por Diário do Poder
08 de Octubre de 2019 4:32 PM Actualizado: 08 de Octubre de 2019 4:32 PM

A informação privilegiada sobre a queda da taxa de juros Selic, vendida pelo ministro Guido Mantega ao banco BTG, de André Esteves, operou um “milagre” em 2011: da noite para o dia, entre 31 de agosto e 1º de setembro, o Fundo Bintang, administrado pelo BTG, saltou de 252,84% de rentabilidade acumulada para 335,76%. O ex-ministro Antonio Palocci confessou à Polícia Federal que a mutreta rendeu a Lula 10% dos lucros do BTG e R$9,5 milhões à campanha de Dilma, em 2014. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Em menos de três meses, conforme Palocci, o patrimônio do Fundo Bintang cresceu “vertiginosamente” de R$20 milhões para R$38 milhões.

O esquema é investigado na operação “Estrela Cadente”, 66ª fase da Lava Jato, deflagrada quinta (3) pela PF e Ministério Público Federal.

Enquanto o BTG faturava milhões em um dia, a rentabilidade do CDI, atraente aplicação no mercado financeiro, foi de 11,81% para 11,84%.

Os detalhes da venda de informações privilegiadas ao BTG estão no Anexo 9 (VIª parte) da delação de Palocci, à qual tivemos acesso.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.