Sanders e Ocasio-Cortez revelam plano para impulsionar Green New Deal no setor de habitação popular

O projeto descreve como seriam criadas “comunidades sustentáveis para as famílias” com uma série de programas de subsídios para cuidados dos filhos, centros para idosos, veículos elétricos, “alimentação saudável” e “hortas comunitárias”
16 de Noviembre de 2019 Actualizado: 16 de Noviembre de 2019

Por Masooma Haq, Epoch Times

O senador Bernie Sanders (I-Vt.) e a deputada Alexandria Ocasio-Cortez (D-N.Y.) divulgaram seu plano habitacional Green New Deal na quinta-feira (14), do lado de fora do Capitólio. A proposta exige um investimento de US$ 180 bilhões em 10 anos para modernizar as moradias populares com energia sustentável e eliminar todas as emissões de carbono.

As unidades habitacionais poderão atingir a meta de zero emissões através do uso de painéis solares e fontes de energia renováveis. Os parlamentares socialistas dizem que a legislação reduzirá a emissão de carbono das habitações populares no país e melhorará a qualidade de vida de quase dois milhões de pessoas.

“Hoje, estamos nos concentrando em um tópico que costuma ser negligenciado”, disse Sanders. “Vamos fazer grandes reduções nas emissões de carbono, reabilitando e reconstruindo casas populares neste país. Ou seja, moradias ocupadas por americanos de baixa renda e pela classe trabalhadora, ocupadas por idosos, ocupadas por pessoas com deficiência”, disse Sanders.

Leia também:
Casa Branca confirma presença de Trump em reunião da Otan em Londres

O projeto de lei é o mais recente anúncio dos legisladores socialistas sobre como eles planejam reformar a economia e expandir enormemente o governo, usando as mudanças climáticas e a desigualdade econômica como justificativa.

“Este projeto de lei demonstra que podemos lidar com a nossa crise climática e de moradias populares, transformando as casas populares em um modelo de eficiência, sustentabilidade e resistência. É importante destacar que os trabalhadores que foram mais afetados por décadas de reduções no investimento em moradia popular terão o poder de liderar esse esforço e compartilhar a prosperidade econômica que será gerada para o nosso país ”, afirmou Sanders em comunicado.

O plano de habitações populares faz parte do Green New Deal. O Green New Deal é um plano multimilionário que passou a ser a proposta radical de extrema esquerda a ser adotada pelos principais candidatos à presidência democrata até 2020.

“Esse projeto reduzirá as emissões de carbono em uma proporção equivalente a tirar um milhão de carros das ruas”, disse Sanders.

Os parlamentares dizem que o plano apresentado na quinta-feira aumentará o crescimento econômico das comunidades que de outra forma permaneceriam marginalizadas, criará milhares de empregos por ano e reduzirá os custos de energia para o setor de habitação popular.

O projeto descreve como seriam criadas “comunidades sustentáveis para as famílias” com uma série de programas de subsídios para cuidados dos filhos, centros para idosos, veículos elétricos, “alimentação saudável” e “hortas comunitárias”.

“O Green New Deal para Habitação Popular treinará e mobilizará a força de trabalho para descarbonizar o estoque de residências populares e melhorar a qualidade de vida de todos os moradores. Tenho orgulho de começar este árduo trabalho árduo de codificar o Green New Deal com meu amigo e colega, senador Bernie Sanders”, disse Ocasio-Cortez.

O anúncio não inclui uma explicação detalhando de onde virá o financiamento de US$ 180 bilhões.

TE RECOMENDAMOS