Trump chama de “partidária” investigação sobre sua ligação com Zelenski

Por EFE
27 de Septiembre de 2019
Actualizado: 27 de Septiembre de 2019

Washington, 27 set (EFE)- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, classificou nesta sexta-feira de “operação partidária” a investigação aberta pelo Congresso por causa de uma denúncia interna apresentada por um funcionário da Inteligência americana, após um telefonema com o presidente ucraniano, Vladimir Zelenski.

“Parece que o chamado ‘informante’ não é um informante em absoluto. Seria um agente partidário?”, insinuou Trump, que durante sua ligação com Zelenski pediu que investigasse a família do ex-vice-presidente e pré-candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, por suposta corrupção na Ucrânia.

Esta ligação fez com que os democratas tenham anunciado o início de uma investigação para começar um processo de julgamento político no Congresso contra o presidente.

O jornal “The New York Times” revelou ontem que o autor da explosiva denúncia interna contra Trump é um agente da CIA que trabalhou “em algum momento” na Casa Branca, mas que já retornou às dependências da agência.

Na reportagem, o jornal nova-iorquino não menciona o nome do informante, mas considera que deve ser um analista experiente, com conhecimento da relação entre Washington e Kiev, pois escreveu com grande precisão sua denúncia, de nove páginas e divulgada ontem.

“No desempenho das minhas funções – escreve o suposto agente da CIA -, recebi informações de múltiplos funcionários do Governo assegurando que o presidente dos EUA usou o poder que lhe foi conferido para solicitar interferência de um país estrangeiro nas eleições de 2020”.

Os democratas anunciaram na última terça-feira a abertura de um processo de julgamento político contra Trump, após tomar conhecimento dos detalhes do que foi pedido por Trump a Zelenski, considerando o presidente um “traidor” da segurança nacional americana.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.

TE RECOMENDAMOS