Venezuelanos iniciam semana de protesto após convocação da oposição (Vídeo)

Segundo o Observatório Venezuelano de Conflitos Sociais (OVCS), o descontentamento da população produziu um total de 1.739 protestos em outubro
18 de Noviembre de 2019 Actualizado: 18 de Noviembre de 2019

Por VOA

Os venezuelanos responderam ao chamado do presidente Juan Guaidó e foram às ruas nesta segunda-feira (18) para protestar contra a crise que atravessa o país e contra o regime ditatorial comunista de Nicolás Maduro.

Um dos grupos de cidadãos que decidiu sair concentrou-se na Avenida Libertador, uma importante artéria viária da capital considerada pelo governo como zona livre desse tipo de manifestação.

A presença deles fez com que a Polícia Nacional, armada com equipamento anti-motim, os empurrasse em direção ao leste da cidade, até quase chegarem ao ponto de encontro da mobilização no sábado: Chacaito, reduto da oposição. Mulheres e outros manifestantes foram atacados no processo.

Leia também:
Guaidó exalta exemplo da Bolívia e pede que venezuelanos não desistam de protestar contra Maduro

EN VIVO-El periodista Alvaro Algarra de la Voz de América nos informa desde una protesta de venezolanos tras la convocatoria del presidente encargado Juan Guaidó para que seguir presionando por el cambio en #Venezuela. Policías armados con equipos antimotines rodean a los manifestantes.

اس پر ‏‎Voz de América‎‏ نے شائع کیا پیر، 18 نومبر، 2019

“É uma covardia dos funcionários. Eles também estão sofrendo como o povo”, disse um dos participantes da chamada para o jornal Voz da América. Aqui “a verdadeira batalha é contra um sistema”, acrescentou.

No domingo, Guaidó conclamou os venezuelanos a continuar nas ruas até atingirem seus objetivos e acompanhar os vários sindicatos em suas convocações para esta semana. “Temos que continuar exercendo nossos direitos”, afirmou.

Segundo o Observatório Venezuelano de Conflitos Sociais (OVCS), o descontentamento da população produziu um total de 1.739 protestos em outubro.

TE RECOMENDAMOS