Foguetes atingem base militar e área próxima a embaixadas em Bagdá

Por efe
04 de Enero de 2020
Actualizado: 04 de Enero de 2020

Bagdá, 4 jan – Três foguetes atingiram neste sábado áreas da cidade de Bagdá e da base militar de Al Balad, no norte do capital do Iraque, onde há presença de tropas dos Estados Unidos.

Por enquanto, não há registro de vítimas, segundo a Célula de Informação de Segurança do governo do Iraque.

O órgão informou que os projéteis tiveram como alvo a zona verde de Bagdá, região onde ficam as embaixadas de vários países, entre elas a dos EUA, e a base de Al Balad, que fica no bairro de Saladino, no norte da cidade.

Uma fonte do Ministério do Interior do Iraque disse à Agência Efe que o projétil que atingiu a zona verde era um foguete do tipo Katyusha. No entanto, também não há registro de danos materiais na região.

Por outro lado, um oficial da Polícia de Saladino informou que dois foguetes caíram no sul da base de Al Balad, atingindo um depósito de armas do Exército do Iraque. Os danos causados, segundo a fonte ouvida pela Efe, foram limitados.

O oficial, que pediu para não ser identificado, disse que os soldados americanos que trabalham na base entraram em “estado de alerta”. Drones foram colocados no ar pouco depois do ataque.

Al Balad é uma das maiores bases do Iraque e recebe assessores militares da coalizão internacional liderada pelos EUA para combater grupos terroristas que atuam na região, como o Estado Islâmico.

Os ataques ocorrem um dia depois de os Estados Unidos terem matado o general Qasem Soleimani, comandante da Força Qurds, a divisão de elite da Guarda Revolucionária do Irã, e Abu Mahdi al Muhandis, vice-presidente das Forças de Mobilização Popular (PMF), perto do aeroporto internacional de Bagdá.

A morte dos dois foi uma resposta do governo de Donald Trump às ações de milícias xiitas apoiadas pelo Irã contra os interesses dos Estados Unidos na região e à invasão da embaixada americana em Bagdá há alguns dias.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.

TE RECOMENDAMOS