Ação da PF na Aneel abre chance de investigação em outras agências reguladoras

Expectativa é que outras decisões suspeitas, como a taxação de energia solar, sejam investigadas

Por diário do poder
24 de Noviembre de 2019 7:07 PM Actualizado: 24 de Noviembre de 2019 7:07 PM

A operação da Polícia Federal contra a venda de decisões na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pode se ampliar a outras resoluções suspeitas e até às demais agência reguladoras, sempre em benefício de empresas e em prejuízo da população. A expectativa é que outras decisões suspeitas, como a mudança regras para geração de energia solar, por exemplo, favoreçam a investigação de todo setor. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Empresas do setor elétrico, tanto quanto empresas de outros setores, também regulados, são sempre favorecidas por decisões das agências.

É comum ex-diretor de agências reguladoras criar “consultorias” para ganhar muito dinheiro com empresas beneficiadas por suas resoluções.

Lobistas só precisam “convencer” 5 diretores de agência reguladora para obter resoluções com força de lei. Poder demais em poucas mãos.

Agências regulam empresas com interesses e faturamentos bilionários, de energia à aviação civil, passando por plano de saúde, telefonia etc.

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.