Briga entre partidos paralisa Ancine após anos de domínio do PCdoB

Alvos em grave denúncias, o ex-ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão o ex-presidente Christian Castro também insistem em controlar a Ancine

Por CLÁUDIO HUMBERTO, DIÁRIO DO PODER
16 de Septiembre de 2019 10:30 AM Actualizado: 16 de Septiembre de 2019 10:42 AM

Após “aparelhar” em governos do PT os cargos de direção e assessoria da Ancine, a “agência reguladora” do cinema nacional, o PCdoB insiste em permanecer em suas posições. Alguns saíram com o ex-presidente da entidade Manoel Rangel, que se agarrou ao cargo por dez anos, caso inédito entre agências reguladoras, mas vários deles, ligados ao partido, não tiveram a dignidade de pedir demissão após a vitória do “inimigo” mais temido e odiado, Jair Bolsonaro, em 2018. Atualmente se fingem de mortos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Alvos em grave denúncias, o ex-ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão o ex-presidente Christian Castro também insistem em controlar a Ancine.

O presidente interino, Alex Braga é chamado de “almofadinha” nos corredores da Ancine por sua ligação à deputada Soraya Santos (PL-RJ).

Enquanto o PCdoB manteve o controle total, os cargos na Ancine viraram prêmio para militantes que saíam da UNE ou de sindicatos.

As opiniões expressas neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.