Jornal afirma que Trump está interessado em comprar a Groenlândia

Por Noticia de agencia
16 de Agosto de 2019
Actualizado: 16 de Agosto de 2019

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu aos seus assessores da Casa Branca que descubram se é possível comprar a Groenlândia da Dinamarca, segundo informaram nesta quinta-feira vários veículos de imprensa americanos.

Estas informações indicam que Trump mencionou a questão diversas vezes nas últimas semanas durante reuniões e jantares.

O jornal “The Washington Post” afirma que na Casa Branca já foi discutida a legalidade da hipotética compra, do processo para incorporar um território e também de onde sairia o dinheiro para a aquisição.

A emissora “CNN”, por sua vez, disse que Trump, um multimilionário que fez fortuna no desenvolvimento imobiliário, pediu ao advogado da Casa Branca, Pat Cipollone, que estude a possibilidade.

O Presidente Donald Trump na Casa Branca a 19 de Julho de 2019. (Charlotte Cuthbertson/The Epoch Times)

As versões da imprensa não deixam claro qual é o motivo pelo qual Trump estaria interessado na compra da Groenlândia, embora alguns especulem seus recursos naturais e outros a importância geoestratégica pela proximidade ao Ártico.

A Groenlândia tem 75% de sua superfício coberta por gelo.

Os 2,1 milhões de quilômetros quadrados fazem dela a maior ilha do mundo, embora habitada por somente 56 mil pessoas, a maioria da etnia inuit.

Politicamente, a Groenlândia pertence à Dinamarca, embora trata-se de um território autônomo que desde 2009 maneja todas as competências exceto política externa, defesa e política monetária.

Um iceberg atrás de casas e edifícios na periferia da aldeia de Innarsuit, um povoado insular no município de Avannaata, no noroeste da Groenlândia. (Magnus Kristensen/AFP/Getty Images)

Os Estados Unidos ocuparam em 1941 a Groenlândia para evitar uma possível invasão nazista da ilha depois que os alemães ocuparam a Dinamarca, situação que se prolongou até o fim da guerra em 1945.

Em 1951, os Estados Unidos construíram na Groenlândia a estratégica Base Área de Thule, que ganhou especial importância durante a Guerra Fria.

Trump não seria o primeiro presidente americano a tentar comprar a Groenlândia, já que, segundo o “The Washington Post”, Harry Truman (1945-1953) ofereceu US$ 100 milhões à Dinamarca pela ilha uma vez terminada a Segunda Guerra Mundial.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.

TE RECOMENDAMOS