Menino em coma desafia médicos e acorda inesperadamente com um enorme sorriso para o pai

Por LOUISE BEVAN
14 de Noviembre de 2019 Actualizado: 17 de Noviembre de 2019

Fotografias emocionantes mostram o momento em que um bebê acordou de um coma de 5 dias, apesar dos médicos temerem que esse dia nunca chegasse.

Os pais do bebê, Stuart e Emma Labuschagne, de Bristol, na Inglaterra, haviam se preparado para a possibilidade de Michael, de 10 meses de idade, nunca mais poder abrir os olhos. Mas o bebê não apenas acordou depois de cinco dias inconsciente, como também os presenteou com um sorriso radiante.

Little Michael's parents were braced never to see their son open his eyes ❤️

اس پر ‏‎Daily Mail‎‏ نے شائع کیا جمعرات، 24 اکتوبر، 2019

 

Ofegando por ar

Michael foi levado às pressas para o hospital em 16 de março de 2019, sofrendo uma parada cardíaca. “Naquele momento, eu não achava que Michael conseguisse sobreviver”, recordou a mamãe Emma, ​​27 anos.

“Com 14 semanas e três dias de idade, ele foi dormir como qualquer outro bebê”, acrescentou Emma. “Mas às 5 da manhã ele sofreu insuficiência cardíaca. As palavras não podem descrever a dor que sentimos naquele momento”.

“Vimos nosso bebê sem fôlego, ofegando por ar enquanto seu coração parava e os paramédicos trabalhavam para salvar sua vida. Eu sou tão, tão abençoada por estar aqui dizendo que ele sobreviveu. Ele sobreviveu a uma parada cardíaca fora do hospital, apenas sete por cento dos pacientes conseguem sobreviver. ”

اس پر ‏‎Michael’s Miracle‎‏ نے شائع کیا اتوار، 13 اکتوبر، 2019

 

Michael ficou privado de oxigênio por nove minutos e posteriormente foi colocado em coma induzido, em um esforço para salvar sua vida. Ele acordou cinco dias após sua primeira admissão quando os médicos reduziram seus medicamentos sedativos; ele abriu os olhos e sorriu diretamente para o pai, Stuart, 28, para a surpresa da multidão reunida em torno de sua cama de hospital.

Os pais de Michael foram avisados ​​de que seu bebê pode ter sofrido dano cerebral. Felizmente, uma varredura cerebral revelou que isso não havia acontecido.

O que aconteceu, no entanto, foi que um tumor cardíaco raro causou uma parada cardíaca de Michael. Segundo o Daily Mail, um fibroma cardíaco do tamanho da palma da mão havia sido anexado ao septo dentro da câmara esquerda do coração de Michael.

 

Tissues at the ready… 😢

اس پر ‏‎Emma Labuschagne‎‏ نے شائع کیا جمعرات، 24 اکتوبر، 2019

 

“Ele está lutando contra isso”

Os fibromas são frequentemente associados a uma frequência cardíaca irregular ou acelerada; no caso de Michael, o fibroma cardíaco fez seu pulso acelerar perigosamente rápido, induzindo uma parada cardíaca.

O menino recebeu um marcapasso depois de acordar de seu coma induzido. Mas, devido ao seu tamanho minúsculo, o marcapasso causou problemas. Michael ficou enfraquecido, incapaz de sentar ou suportar o peso de sua própria cabeça.

“Isso o impede”, explicou Emma. “É tão grande quanto a palma da minha mão e tem bordas afiadas. Colocar isso dentro de um bebê é bastante desconfortável para eles. Mas ele é incrível. Você sabe ao olhar para ele que ele está lutando contra isso”.

Mesmo com o marcapasso no lugar, a luta do bebê está longe de terminar.

A cirurgia que Michael precisa não está disponível no Reino Unido, nem é rotineiramente financiada pelo Serviço Nacional de Saúde Britânico (NHS). Emma, ​​uma funcionária de varejo, e Stuart, um encanador, resolveram o problema lançando uma conta GoFundMe. Os recursos arrecadados levarão seu filho bebê a Boston, nos Estados Unidos, para um procedimento que poderá salvar sua vida.

O coração de Michael terá o tamanho ideal para a operação de que ele precisa aos 16 meses de idade. “Meu bebê precisa desta operação para ter uma chance de viver uma vida normal”, explicou Emma.

اس پر ‏‎Emma Labuschagne‎‏ نے شائع کیا ہفتہ، 20 جولائی، 2019

Uma possível cura

“O Hospital Infantil de Boston, classificado como o hospital pediátrico número um do mundo, citou que serão necessários US $ 147.000, o que se converte em aproximadamente 116.000 libras para o procedimento”, continuou Emma, ​​”e precisaremos pagar por voos e acomodações.

“Os cirurgiões cardíacos em Boston são os melhores cirurgiões cardíacos do mundo e fizeram essa operação várias vezes. Eles estão confiantes de que podem melhorar drasticamente ou até curar sua condição ressecando o tumor”.

Emma explicou o quão difícil era acreditar no que seu “adorável bebê” no que seu bebê tinha que passar. “Ele é um milagre”, acrescentou.

Segundo o Hospital Infantil de Boston, a maioria dos tumores cardíacos em crianças é benigna e dificilmente se espalhará para outros órgãos. O dano que eles podem causar apenas ao coração, no entanto, é potencialmente devastador.

O tempo é essencial para o bebê Michael, mas em 30 de outubro de 2019, Emma escreveu uma atualização na página do GoFundMe da família que anunciava notícias incríveis para seu pequeno lutador.

“Nunca sonhamos que estaríamos nessa situação em tão pouco espaço de tempo. Ainda estamos em choque e processandoo que aconteceu ”, escreveu ela. “Michael está indo para Boston!”

Finally we’ve had the news we had been so desperate to hear. Boston Children’s Hospital USA have reviewed Mikey’s…

اس پر ‏‎Emma Labuschagne‎‏ نے شائع کیا جمعہ، 11 اکتوبر، 2019

Superando Metas

Até o momento, o angariador de fundos ultrapassou em muito sua meta de US $ 147.000, levantando US $ 249.960 e contando. “Temos mais do que suficiente para cobrir qualquer atendimento médico inesperado, viagem, acomodação, qualquer atendimento contínuo e visitas de retorno”, disse Emma.

“Honestamente, não sabemos como podemos agradecer a todos”, continuou a mãe de três filhos.

Ao publicar no Facebook, Emma explicou o próximo passo: “O Hospital Infantil de Boston, EUA, revisou os registros de Mikey e confirmou que ele seria um ótimo candidato à cirurgia”, escreveu ela. “Eles gostariam de prosseguir em 4 a 6 meses e, se bem-sucedidos, a operação quase o curaria!”

“We watched our baby breathless, gasping for air while his heart stopped and paramedics worked to save his life."

اس پر ‏‎People‎‏ نے شائع کیا جمعہ، 25 اکتوبر، 2019

A família interrompeu a captação ativa de recursos, garantindo a seus generosos doadores que quaisquer fundos remanescentes após a cobertura de todos os custos de Michael serão doados a outra família em uma situação semelhante.

Leia também:

O “bebê milagroso” dos Labuschagnes tem uma longa jornada pela frente, mas ele já chegou tão incrivelmente longe. Talvez o melhor de tudo, ele fez isso com um sorriso radiante no rosto.

Superando o autismo – A história de Brady

TE RECOMENDAMOS