Recusa em ir para o semiaberto mostrou que Lula já sabia da anulação no STF

Procurador disse que Lula agiu "como se soubesse com antecedência sobre o julgamento do caso Bendine"
Por Redação, Diário do Poder
30 de Agosto de 2019
Actualizado: 30 de Agosto de 2019

O ex-presidente Lula sabia da iminente anulação da sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro, por isso no dia 11 último divulgou sua “decisão” de recusar o regime semiaberto e exigir “absolvição ou anulação” para sair da cadeia. Para um procurador convencido de que há uma ação coordenada para liquidar a Lava Jato, “Lula agiu como se soubesse com antecedência sobre o julgamento do caso Bendine”. A decisão cria o precedente que tem tudo para soltar o ilustre presidiário. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Até petistas religiosos estranharam a “valentia” de Lula, “recusando” a progressão de regime. Parecia ciente da anulação de sua sentença.

Mal a Segunda Turma do Supremo soltou na sala um bode chamado Bendine, Lula ingressou com idêntica ação para anular sua sentença.

Pior é que não há a mínima dúvida sobre a culpa dos 146 corruptos beneficiados pela 2ª Turma do STF, até pela abundância de provas.

O presidente do STJ, ministro João Otavio de Noronha, afirmou em entrevista que a defesa jamais contestou as provas contra Lula.

Done a The Epoch Times

Cómo puede usted ayudarnos a seguir informando

¿Por qué necesitamos su ayuda para financiar nuestra cobertura informativa en Estados Unidos y en todo el mundo? Porque somos una organización de noticias independiente, libre de la influencia de cualquier gobierno, corporación o partido político. Desde el día que empezamos, hemos enfrentado presiones para silenciarnos, sobre todo del Partido Comunista Chino. Pero no nos doblegaremos. Dependemos de su generosa contribución para seguir ejerciendo un periodismo tradicional. Juntos, podemos seguir difundiendo la verdad.

TE RECOMENDAMOS